Fálica

Na poesia erótica António Galrinho adota o pseudónimo J. J. Sobral. José Joaquim Sobral é um poeta popular que, por norma, faz poesia humorística com quadras de sete sílabas e rima dupla, utilizando linguagem vernácula e o calão próprio do sexo, do erotismo e da pornografia.

ERÓTICA PORNOGRÁFICA

Trata-se de um livro composto por quatro capítulos e quarenta e quatro poemas, com perto de um milhar de quadras, onde o humor marca presença constante. É utilizado calão e uma linguagem desbragada. Edição de autor.

(em breve serão disponibilizados alguns excertos)

COISINHAS DE ADULTOS

Pequeno livro em que J. J. Sobral adota, excecionalmente, uma poesia de métrica livre e sem rima, e onde não faz uso da linguagem vernácula. Prefácio: Henrique Marques-Samyn. Imagem da capa: Ângela Pereira. Editora: Temas Originais. Disponibiliza-se a primeira das duas partes.

Versão métrica livre

 

DICIONÁRIO RIMADO DE AMOR, SEXO, EROTISMO E PORNOGRAFIA

(em breve serão disponibilizados alguns excertos)